*REDE DE ATIVISTAS SOCIAIS EM CONJUNTO COM A REDE PELICANO E A EDUCAFRO SE ORGANIZAM PARA UMA AÇÃO SOLIDÁRIA*

Na foto Klebson Reis, Ativista da Rede
Ajude as famílias que estão passando por dificuldades durante a quarentena

Meu nome é Klebson Reis, sou ATIVISTA SOCIAL, venho atuando há 5 anos, combatendo os descasos do poder público no Rio de Janeiro. O ativismo praticado por mim é uma luta pelos direitos humanos buscando dignidade para as pessoas no meu estado.

Todos nós sabemos que a população brasileira depende do trabalho de hoje para pagar o pão de amanhã. É o informal, a MEI(Microempreendedor Individual), o PJ(pessoa jurídica), o Uber, o 99. E aí, o que a pessoa faz nesse período de grave crise sanitária mundial? Sai para trabalhar, fazer bico, tentar vender algo, fazer seu trabalho de sempre em tempos de coronavírus?

Sabemos que muitas mães e pais em uma situação de escolher entre pegar Coronavírus  e ver os filhos passando fome ou sem teto, escolherão sempre o Coronavírus.

Esta quarentena é a quarentena da fome, da morte e do caos, pois o poder público brasileiro não está tomando medidas emergenciais como deveria, igual a outros países para amparar os mais necessitados e evitar a fome e a desgraça.

Além disso, o impacto social e econômico por causa do isolamento social a longo prazo no Brasil será devastador e imprevisível, mas precisamos salvar de alguma forma a vida do nosso povo ou pelo menos matar a fome dos necessitados.

*COMO AJUDAR?*

Dessa forma, eu, Klebson Reis, estou organizando uma campanha de arrecadação financeira e/ou de cestas básicas em ponto de coleta. 

Peço aos meus amigos virtuais e todo(a)s que puderem – entidades sociais, pessoas comprometidas com a luta do povo pobre, famosos, artistas e pessoas comuns,a contribuírem com a *compra de cestas básicas para as famílias mais necessitadas neste período de coronavírus*. Se não puder contribuir peço que compartilhem essa MENSAGEM.

É preciso a ajuda de todos, pois, para muita gente, quarentena é sinônimo de privação, de fome, solidão e necessidade. Diferente da vida de outras pessoas como: famosos, os influencers, celebridades, que ficam postando sua rotina na quarentena no conforto e no luxo de suas casas e vidas. 

A “quarentena” da vida real não é tão glamourosa como nas redes sociais, são muitas pessoas em casas com poucos cômodos, pouca ventilação e saneamento básico precário, sem água para lavar a mão, sem Netflix e álcool gel.

Por isso, para ajudar, *contribua com qualquer valor* na conta abaixo. DIVULGAREMOS NAS  REDES SOCIAIS a movimentação e os resultados das doações, sempre informando a todos a situação das famílias e de quem recebeu a ajuda.

Se todos nós lutarmos para garantir que *ninguém passe fome durante a quarentena*, a “tia” que vendia café com bolo na esquina do metrô, ou do seu escritório passará essa quarentena no mínimo com a “barriga cheia”.

Portanto, não podemos ficar assistindo de camarote em nossas casas as pessoas passando fome. Há previsões que a curva de casos comece a cair, variando, de julho a setembro, e até lá o prejuízo econômico e humano será imensurável para um país subdesenvolvido como o Brasil. E mais: é possível que mais gente morra de fome, desnutrição e miséria causadas pela crise econômica e falta de ajuda humanitária  gerada pela pandemia, do que pegando o Covid-19 em si.

*CONTA PARA DEPÓSITO:*

Banco: 104 – CAIXA ECONÔMICA FEDERAL- CONTA POUPANÇA.

Agência: 4747

Conta: 0000084-6

Klebson Rodrigues Dos Reis

CPF: 005908703-00

*MAIS INFORMAÇÕES OU QUALQUER DÚVIDA ENTRE EM CONTATO:*

*WhatsApp:* (21) 98868-1017

IBEPAC BRASIL REDE PELICANO

NOSSA MISSÃO: Assessorar e articular os movimentos sociais, lideranças, grupos e pessoas, na promoção de políticas públicas voltadas para a defesa dos direitos humanos;

%d blogueiros gostam disto: