REDE PELICANO DE DIREITOS HUMANOS RECORRE AO CONSELHO SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

na foto Desembargador Cesario Siqueira Neto

Foi apresentado denúncia contra os Desembargadores Cesário Siqueira Neto e Iolanda Santos Guimaraes sobre o caso envolvendo o Senhor Marlon Sérgio Santana de Abreu Lima que foi beneficiado com a transposição do cargo de escrivão judicial para a atividade notarial e registral sem concurso público especifico e, ainda, cumulou dois cargos e uma função pública, mais vencimento com emolumentos, durante longos anos.

Os Desembargadores Cesário Siqueira Neto e Iolanda Santos Guimarães defenderam os atos de transposição dos servidores e em um dos casos chegou a dizer que um deles não cumulava vencimento de cargo público com emolumentos de cartório, e em seguida, foi obrigado a se retratar.

Na visão da Rede Pelicano, deveriam os Desembargadores terem aberto investigação para apurar os fatos, no entanto, permaneceram inertes e não abriram tomada de contas especial para ressarcir o erário.

O recurso pode ser acessado no seguinte link:

https://drive.google.com/open?id=1yoW8YC8HHkgGv__HGrUdoCKnEL64qbJM

IBEPAC BRASIL REDE PELICANO

NOSSA MISSÃO: Assessorar e articular os movimentos sociais, lideranças, grupos e pessoas, na promoção de políticas públicas voltadas para a defesa dos direitos humanos;

%d blogueiros gostam disto: