“[…] Estou convencido de que tanto eu como tu, e os homens em geral, consideramos pior cometer uma injustiça do que sofrê-la, como é pior não ser punido do que sê-lo.

[…]

Sócrates – A injustiça, a intemperança e os demais vícios da alma, não são os maiores males do mundo?

[…]

Sócrates – Logo, cometer injustiça é o segundo mal em importância; o maior de todos é cometer alguma injustiça e não ser punido.”

(Górgias. A retórica, p. 28 e 42).