Juíza manda advogado fazer terapia em audiência; OAB/ES aciona CNJ

Alegando abuso de autoridade e constrangimento, a OAB/ES ingressou com representação disciplinar no CNJ contra juíza que ofereceu terapia a um advogado durante audiência. “Doutor, o senhor quer fazer uma sessão de terapia pra vir pra audiência?”, perguntou a juíza Mariana Lisboa Cruz, chegando a afirmar que o advogado não tinha condições de exercer a defesa de sua cliente. O áudio revela outras falas consideradas ofensivas pela OAB/ES, como: “O senhor tá achando que eu tenho cara de palhaça?”; “O senhor sentou aqui como réu, como denunciado, como cliente”; “O senhor está agindo como se fosse uma criança sentado aqui”; “Se eu fosse ela eu contrataria alguém que entrasse aqui como. entendeu.”.

IBEPAC BRASIL REDE PELICANO

NOSSA MISSÃO: Assessorar e articular os movimentos sociais, lideranças, grupos e pessoas, na promoção de políticas públicas voltadas para a defesa dos direitos humanos;

%d blogueiros gostam disto: